segunda-feira, 7 de agosto de 2017

FÉRIAS PARA RICOS E POBRES...



Estas são as férias daqueles que não olham a meios para arranjar fortunas.




Estas são as férias de quem trabalha a vida inteira.

quinta-feira, 27 de julho de 2017

RECADO AO pedro, o pequeno...

 R
ECADO AO

pedro, o pequeno
Eu vou-te avivar a memória, já que não te lembras daquilo que fizeste quando eras Primeiro Ministro.
A primeira medida que tomaste foi o aumento do IVA, recordas?
Dessa medida resultou a falência de milhares de PMEs e o desemprego de milhares de trabalhadores.
Milhares de pequenos empresários ficaram sem meio de vida, cheios de dívidas viram-se obrigados a entregar casas aos bancos e a pedir esmola.
Conheci vários que se mataram dentro das empresas em desespero porque como eram empresários nem direito tinham a um subsídio de desemprego.

O desemprego disparou para níveis nunca vistos neste país.
As IPSSs, a Cáritas e outras organizações de Solidariedade Social não tinham mãos a medir para atender pedidos de ajuda de famílias inteiras que sem apoios da Segurança Social estavam a passar fome e desesperadas sem conseguirem fazer face ás despesas básicas.

Milhares de famílias foram atiradas para a rua, despejadas das suas casas pela Banca, por senhorios e pelas Finanças através de penhoras por dívidas ao Estado, quando muitas dessas dívidas eram de valor inferior ao valor real das habitações.
Depois vieram os cortes nas pensões de reforma, no complemento solidário para idosos, nas pensões de viuvez, nos abonos de família e nas pensões não contributivas como por exemplo no RSI que cortaste a torto e a direito sem olhar a quem e sem apelo nem agravo.
Aumentaste o IMI, começaste a cobrar IUC sobre veículos independentemente de estarem ou não em circulação, chegando ao ponto de cobrares esse imposto a quem nem carro tinha ou sobre veículos já abatidos há anos.
Aumentaste impostos na gasolina, no gasóleo, no tabaco, nas bebidas alcoólicas, aumentaste as portagens e todos esses aumentos foram reflectir-se no aumento do custo de vida que como é óbvio foi mais sentido pelas classes sociais mais frágeis e carenciadas.
Criaste as taxas moderadoras e com essa medida muitos idosos deixaram de ir ao médico ou aos hospitais.
Fechaste Centros de Saúde, Maternidades e Hospitais e muitos idosos morreram por falta de assistência médica, mas também jovens e parturientes morreram por falta de cuidados médicos.
Doentes oncológicos viram as suas cirurgias adiadas e sem cuidados continuados.
Doentes crónicos ficaram sem médicos de família e sem comparticipação em medicamentos imprescindíveis ao tratamento das suas doenças.

Lembras-te dos doentes com Hepatite C a quem negaste um medicamento que podia salvar vidas e mesmo curar?
Deu até azo a manifestações populares na AR que a tua amiga Assunção Esteves reprimiu e mandou deter alguns doentes que se manifestavam indignados e com razão!
Não eram suicidas mas tu querias bem lá no fundo que fossem para poupares algum. Fazia-te jeito para ficares bem visto perante a Troika e a tua amiga Merkele.

Fechaste escolas e fizeste dos professores e das suas vidas gato sapato, obrigando-os a andar em Bolandas sem saberem o que fazer e onde ir!
Mudaste Freguesias, alteraste comarcas, encerraste Tribunais e deste com os juízes e advogados em doidos com a porcaria do sistema Citius todo baralhado.
Esqueceste essa cena?
Eu lembro-te.

Dessa confusão resultaram prejuízos para empresas, para cidadãos e para todo o país que nunca mais se vai recuperar!
Pais que perderam a guarda dos filhos conheci 19, 5 mataram-se.
Fora os que não conheço e olha que não conheço muita gente.

Mães que se viram sem as pensões de alimentos por culpa da baralhada com o Citius foram milhares.
Uma era professora e o filho era deficiente.
Atirou-se da varanda de um hotel.

Mas também houve mães que envenenaram os filhos e a seguir mataram-se porque não tinham nem emprego nem apoios e nem ajuda de psicólogos.
Sabes Pedro, moro em Almada.
Fui obrigada a vir morar para aqui.
Não, não foi culpa tua.
As coisas neste país já não estão bem há muitos anos.
Realmente apanhaste o país num grande caos económico, mas mesmo assim se fosses honesto e um bom gestor terias evitado cortar onde mais doeu!
Os cortes atingiram os mais fracos e para recuperar um país começa-se por por ordem nas finanças públicas cobrando impostos aos que não pagam.

Mas para o fazeres, para cobrares aos que sempre fugiram aos impostos terias de começar por ti, não é assim?
E depois os teus amigos e financiadores não iriam gostar nada de terem de alargar os cordões à bolsa.

Mas como te dizia, vim viver para Almada há uns anos e sabes, aqui temos uma Ponte onde todos os dias durante o teu governo assistimos a muitos suicídios.
E também temos o Metro que não é subterrâneo, é como um eléctrico sabes?
Pois volta e meia para não dizer uma a duas vezes por semana, lá se tinha de chamar o INEM por causa de um velhote ou velhota que "escorregava" e caía à linha!

E quantos eu vi a chorar de vergonha por serem apanhados no supermercado a guardar uma lata de salsichas ou de atum na mala ou num bolso do casaco!!
E outros a sairem da farmácia sem aviar a receita porque a reforma tinha encolhido e os filhos tinham-se mudado lá para casa e estavam desempregados e sem subsídios de desemprego!
Sabes Pedro, sabes qual é o teu mal?
Teres tido um pai fantástico e uma mãe que tudo te desculpou.
Os anos de cabulice, as más notas no liceu, as noitadas na vadiagem, a vida boémia, as drogas, a pouca ou nenhuma vontade de estudar ou trabalhar e a falta de respeito por toda a gente.

Tu não tens noção da quantidade de vidas que deste cabo ao longo da tua vida, não só nos quatro anos em que te tivemos de aturar como Primeiro Ministro, mas desde que te conheci quando vivias na Rua República da Bolívia.
Tenho pena de não ter adivinhado naqueles anos naquilo em que tu te irias transformar!
A sério Pedro.
Naquele dia em que chamei a PSP de Benfica e evitei que a malta do Bairro do Charquinho te desse um arraial de porrada, se eu tivesse adivinhado no que te irias transformar, eu tinha fechado os olhos e fingido que te tinhas atirado da varanda do quinto andar.

Teria evitado tanta coisa, até ouvir as alarvidades que continuas a atirar pela boca fora.
Tantos anos depois e continuas a ser o mesmo chulo que conheci na nossa adolescência e juventude.
Olha Pedro, queres um conselho?
Reforma-te da política e mete uma rolha na boca ou um dia destes apareces suicidado nalguma esquina da vida.

É que nem todos os que te conhecem bem são tão pacíficos e compreensivos como eu e como a malta que te aparou as pancas lá em Benfica, tu sabes bem na casa de quem.
Espero que a Laura recupere depressa da maldita doença.
Ela não merece tanto sofrimento!

E se um dia nos voltarmos a cruzar nalguma rua de Lisboa vira o rosto, para que eu não me sinta tentada a sujar as minhas mãos na tua cara.
É que eu tentei duas vezes o suicídio por tua causa quando me vi atirada para a rua sem qualquer apoio e a lutar contra o cancro e sem ajuda psiquiátrica.
Não acertei na dosagem.
Não tinha de ser.

Quem sabe o que a vida me reserva?
Talvez me reserve a felicidade de te ver a ti Pedro e aos teus amiguinhos (tu sabes a quem me refiro) atrás das grades e a pagares pelos milhares de vidas dos que se suicidaram ou tentaram em desespero por vossa causa!

Assino o nick com que me conhecias: Nini Nilo
                                                                                        (pedro com p minusculo foi prepositado)

sexta-feira, 16 de junho de 2017

DE REGRESSO ÀS CAMINHADAS À BEIRA-MAR...

Pela fresca brisa da tarde, de regresso às minhas caminhadas começando no 5º molhe e acabando à beira-rio em Cova-Gala, o meu paraíso.

quinta-feira, 25 de maio de 2017

ATÉ DOI A QUEM ESTÁ LONGE...

 Ver um povo irmão debaixo de fogo!

E os culpados com o seu corpinho protegido pela areia que nem o rabo fica de fora para não ser pisado.

terça-feira, 16 de maio de 2017

A CAMINHADA DE WINSTON CHURCHILL...


Aplicável a outras religiões também.

Winston Churchill anteviu isto há mais de 100 anos (ver nota no final)


IRÃO 1970
 d59f33cf56ca61eff96bf361106198e3@iol.pt
IRÃO 2012
1344e9cbfa6610a324062d6f51b45c42@iol.pt
AFEGANISTÃO
93ed945e7efc6194859bd77ab586104f@iol.pt

EGIPTO (Universidade do Cairo) 1959
d4779846bb27153076e8e3b1775e227c@iol.pt

EGIPTO (Universidade do Cairo) 2012
3b7f7cead63618e07baf87eeea12c27e@iol.pt

HOLANDA (Amesterdão) 1980
b5ef37dbcf9d1df67b7edae40e1a29e1@iol.pt
HOLANDA (Amesterdão) 2012
ac7b7aed13e588f6183a7dc278630d1c@iol.pt
... E algumas pessoas todavia não vêem uma razão para se preocuparem.

Winston Churchill disse em 1899: 
“Os muçulmanos podem mostrar qualidades esplêndidas, mas a influência da religião paralisa o desenvolvimento social daqueles que a seguem. Não existe nenhuma força tão retrógrada mais forte no mundo”.

5d65744f5152bbd8e8cfa3a8f082ead0@iol.pt
Ainda mais surpreendente é que nunca tenham sido publicadas mais cedo.
 
CHURCHILL sobre o Islão... Incrível, mas o seguinte discurso foi escrito em 1899.
(Abstraindo-nos da sua nacionalidade)
O breve discurso feito por Winston Churchill, data de 1899, quando ele ainda era um jovem soldado e jornalista.
Seguramente, este discurso exprime a opinião actual de muitos, e está expresso na sua maravilhosa fraseologia, utilizando obviamente o idioma Inglês, do qual ele era um ilustre mestre.
Sir Winston Churchill foi sem dúvida um dos maiores homens dos séculos XIX e XX. E foi um valente e jovem soldado, e um jornalista brilhante, um político, um grande líder, um extraordinário estadista durante a segunda guerra mundial, e um excelente Primeiro-Ministro. 
Além disso, foi como que um profeta no seu tempo. Faleceu em 24 de Janeiro de 1965, com a idade de 90 anos, e depois de uma vida de serviço ao seu país, foi-lhe concedido um funeral de chefe de Estado.
 
E aqui está o seu discurso:
Quão terríveis são as maldições que o maometismo dedica aos seus devotos!
Além do frenesim fanático, que é tão perigoso num homem como o é a hidrofobia num cão, não existe neles a apatia fatalista do medo.
Os efeitos são evidentes em muitos dos seus países: hábitos imprevisíveis, desleixados, inexistência de sistemas modernos para a agricultura, métodos lentos de comércio, e insegurança da propriedade são sempre características com que os seguidores do Profeta se defrontam, ou sob as quais vivem.
O sensualismo degradante priva as suas vidas de graça e de requinte, e afasta-os da dignidade e de qualquer santidade.
O facto de que, no direito muçulmano, cada mulher deve pertencer a um homem como sua propriedade absoluta, seja ela uma criança, uma mulher  adulta, ou uma concubina, faz atrasar a extinção final da escravidão dos dogmas da fé do Islão e contribui para que o islamismo não consiga ser um grande poder entre os homens.
Os muçulmanos individualmente podem mostrar qualidades esplêndidas, mas a influência da sua religião paralisa o desenvolvimento social daqueles que o seguem. Não existe nenhuma força retrógrada mais forte no mundo.
Longe de ser moribundo, o islamismo é uma fé militante e proselitista.
E já se espalhou por toda a África Central, criando guerreiros destemidos a cada passo e, se não se cuidar, o cristianismo, que está abrigado nos braços fortes da ciência, ciência contra a qual eles lutaram em vão, e toda a civilização da Europa moderna podem soçobrar, tal como soçobrou a civilização da Roma antiga.


Sir Winston Churchill; (Fonte: "O rio da guerra", primera edição, Vol II, páginas 248-250 Londres).ê


domingo, 14 de maio de 2017

NÓS AMAMOS OS DOIS...

Nós amamos Salvador Sobral e a sua irmã, Luísa Sobral, por terem levado a Kiev a canção "Amar pelos Dois" e terem conseguido levantar Portugal até ao mais alto pódio do Festival da Eurovisão da canção pela primeira vez.

sábado, 13 de maio de 2017

SALVADOR SOBRAL "AMOU POR TODOS NÓS"...

Salvador Sobral 'amou por todos nós' e carimbou passaporte para a final

Cantor português garantiu lugar na final e está a tornar-se um caso sério de sucesso. Menos de um ano depois da conquista do Europeu de Futebol em França, portugueses esperam agora pela vitória de Salvador na final de Kiev. O jovem músico fez ainda um apelo pelos refugiados.

segunda-feira, 1 de maio de 2017

PARABÉNS PELA TUA CAMINHADA...

 Já lá vão cinco anos a caminhar contigo lado-a-lado pela Liberdade, é mais um 1º de maio em que comemoramos a nossa liberdade de expressão, de reivindicação dos nossos direitos, a liberdade dum povo que a merece!
 
Iremos continuar a caminhar por muitos mais anos e eu a escrever nas tuas páginas o que me der na real gana!
VIVA A LIBERDADE A CAMINHAR ÀS VEZES POR TERRENOS DIFÍCEIS, MAS LIVRES.

segunda-feira, 24 de abril de 2017

A HISTÓRICA CAMINHADA DOS CAPITÃES...

 Foi há 43 anos a grande caminhada rumo a Lisboa!

 Que libertou Portugal da ditadura, "somos todos capitães", disse este Grande Sr. Capitão Salgueiro Maia

Com cravos nos canos das espingardas, para não ferir ninguém!
Viva o 25 de abril de 1974!
Viva Portugal.

CANINO VENTRÍCULO!

video

quarta-feira, 19 de abril de 2017

JOÃOZINHO NA SALA DE AULA...


Na sala de aula, a professa pergunta: - Qual a coisa mais pesada que existe? - O elefante - responde a Aninha. - A baleia - diz o Pedrinho. - Um caminhão - diz o Paulino. - É o pinto do meu pai! - O que é isso, Joãozinho? Quem foi que te disse essa asneira? - Minha mãe, professora! À noite, eu sempre ouço ela dizer pro meu pai: 'Esse negócio nem Deus levanta!'

quinta-feira, 13 de abril de 2017

EU SABIA QUE NÃO DEVIA NADA A NINGUÉM...

Ao contrário do Estado, as famílias, a banca e as empresas não têm défice

Enquanto o Estado continuou a acumular perdas no cálculo total entre as receitas e despesas, a restante economia mostrou capacidade de se financiar a si mesma.

 Tal como acontece todos os anos desde 2012, a economia portuguesa conseguiu ter um saldo positivo entre gastos e ganhos, mesmo com o Estado a dar um mau exemplo mais uma vez.

"A capacidade de financiamento da economia portuguesa cifrou-se em 1,7% do PIB. Este resultado reflete a capacidade de financiamento das sociedades financeiras, particulares e sociedades não financeiras (respetivamente de 2,2%, 0,8% e 0,7% do PIB) que, no seu conjunto, foi mais do que suficiente para satisfazer a necessidade de financiamento das administrações públicas, no valor de 2% do PIB", revela o Banco de Portugal num boletim estatístico divulgado esta manhã.
Na comparação com 2015, o ano passado trouxe uma economia portuguesa mais equilibrada, como mostra a melhoria de 0,5 pontos percentuais na capacidade de financiamento global. O Estado precisou de menos dinheiro para se financiar, mas o efeito deveu-se a razões conjunturais e não estruturais: "Esta evolução foi influenciada pelo impacto da operação de resolução do Banif, ocorrida no final de 2015. Excluindo esse efeito, seriam menos expressivas a diminuição na necessidade de financiamento das administrações públicas e a redução na capacidade de financiamento das sociedades financeiras".

 

sexta-feira, 31 de março de 2017

AULA DE CONTABILIDADE...

AULA DE CONTABILIDADE


PARA QUEM NÃO ENTENDE
PATAVINA
DE CONTABILIDADE, VAMOS EXPLICAR OS PRINCÍPIOS
BÁSICOS:


·      A Solteira é Crédito
·      A Casada é Débito
·      A Viúva é Activo Imobilizado
·      A Cunhada é Provisão para Devedores Duvidosos
·      A Bonita é Lançamento
·      A Feia é Estorno
·      A Feia e Rica é Compensação
·      A Bonita e Rica é Lucro
·      A ex-Namorada é Saldo de Exercícios Anteriores
·      A Namorada é Resultado de Exercício Futuro
·      A Noiva é Reserva Legal
·      A Esposa é Capital Realizado
·      A Vizinha é Acção de Outra Companhia
·      A Amante é Empresa coligada
·      As Que Fazem Operações Plásticas são Benfeitorias
·      As Gestantes são Obras em Curso
·      As Que Dão Bola são Incentivos Recebidos
·      As Que Não São Viúvas, Casadas e Solteiras são Contas a Classificar
·      As Que Muito Namoram e Não se Casam são Lucros à Disposição dos Sócios
·      As Que são Surpreendidas em Flagrante são Passivo a Descoberto
·      E a sogra pode ser classificada como... PREJUÍZO ACUMULADO!

"As memórias servem para lembrar o passado e os sonhos para construir o futuro ! 
 

terça-feira, 28 de março de 2017

TANTAS SAUDADES, MINHA ROSA LINDA...

 Volta para mim, que eu morro de saudades!

Sentado estou pensando
Como eu era feliz
Contigo no meu bolso gozando
Não mais voltaste, o que é que eu fiz.

segunda-feira, 20 de março de 2017

FOI HÁ UNS 50 ANOS ATRÁS...

                 
                                          Bravos ex Combatentes, alguns foram e não regressaram!

segunda-feira, 6 de março de 2017

BREXIT: EASY JET, PODERÁ MUDAR-SE PARA PORTUGAL...

Brexit: easyJet pode estar a considerar mudar-se para Portugal

Companhia aérea low-cost estima que custos associados ao Brexit ascendam aos 127 milhões de euros e está a estudar alternativas.

Portugal poderá ser uma opção para a nova subsidiária da britânica easyJet. A companhia aérea low-cost tem de pedir um Certificado de Operação Aérea de um país da União Europeia (UE) para poder continuar a funcionar como até agora, depois do Brexit. Portugal e a Áustria poderão estar na short-list, segundo noticia esta segunda-feira o “Dinheiro Vivo”.
As negociações entre o Governo português e a easyJet estariam a acontecer desde junho de 2016, segundo o jornal, mas o ministério do Planeamento e das Infraestruturas não confirma nem as conversações, nem a hipótese de a companhia aérea easyJet se mudar parcialmente para Portugal. Contactado pelo Jornal Económico, o gabinete do ministro Pedro Marques não quis comentar a notícia, mas deixou a opção em aberto.

domingo, 5 de março de 2017

CAMINHANDO PELO OESTE DE PORTUGAL...



Vamos lá conhecer o Oeste de Portugal, cada recanto do nosso país tem uma história antiga para contar, vamos preservar a beleza que nos deixaram.

terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

TOCA A PISCAR...


Vamos lá cambada, toca a sambar e a piscar, hoje é o último dia, o S. Pedro está a ajudar e eu já vejo o sol brilhar, vamos lá toca a mexer, saiam de casa.
E BOM CARNAVAL.

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

FAZ HOJE 52 ANOS QUE O MATARAM...

Foi há 52 anos que mataram o General que ousou desafiar Salazar

O homem que desafiou Oliveira Salazar nas eleições de 58, Humberto Delgado, foi barbaramente assassinado há 52 anos, em Espanha.
Humberto Delgado, conhecido como o 'General sem Medo', morreu há 52 anos. Neste dia, em 1965, na localidade espanhola de Villanueva del Fresno, era assassinado a tiro, por uma brigada da PIDE, polícia política do regime de Oliveira Salazar. Tinha 58 anos. A sua secretária, Arajaryr Campos, foi igualmente assassinada, tendo sido os dois corpos encontrados no mesmo local.
Humberto Delgado foi um dos militares que apoiou o golpe de 1926 e que depressa ascendeu na hierarquia militar a general. A célebre frase "obviamente, demito-o" foi o que lhe atribuiu o título de o 'General sem Medo'.

Humberto Delgado - General Sem Medo
há 4 horas
Humberto Delgado foi assassinado pela PIDE há 52 anos. Abrimos esta página há dois anos, por ocasião das cerimónias de evocação do cinquentenário do bárbaro assassinato do General Sem Medo que ousou enfrentar a ditadura de Salazar, candidatando-se à presidência da República em 1958.
Humberto Delgado - General Sem Medo adicionou 3 fotos novas.
Político/a3116 gostos
13 de Fevereiro de 2016
Memorial a Humberto Delgado, no local onde foram encontrados os corpos de Humberto Delgado e da sua secretária, Arajaryr Campos.

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

CÁGADO VAI AO CINEMA...


O cágado de estimação pede ao seu dono que o leve ao cinema ver um filme pornográfico. O dono acede, mas esconde o animal dentro das calças para poder passar pelo porteiro.
Uma vez sentado, tira a cabecinha do bicho para fora, de forma a conseguir ver o filme. Na cadeira ao lado, uma jovem queixa-se ao namorado:
- Amor, este rapaz que está sentado aqui ao meu lado tem o coiso de fora!
E responde o namorado:
- Não ligues querida. O rapaz entusiasmou-se com o filme… Olha eu, também tenho a minha de fora amorzinho.
E diz a namorada:
- Está bem, mas é que a dele está-me a comer as pipocas todas!