CAMINHADA DO PAI NATAL!

quarta-feira, 20 de novembro de 2013

PORTUGAL PERDE HABITANTES...

Portugal perdeu 55 mil habitantes em 2012

Portugal é o segundo país com a taxa de natalidade mais baixa, depois da Alemanha. Menos nascimentos e mais mortes desequilibram a balança.
Mafalda Ganhão
Última atualização há 8 minutos
População na UE passou de um total de 504.6 mihões de habitantes, para 505,7 milhões Getty Images População na UE passou de um total de 504.6 mihões de habitantes, para 505,7 milhões
Com uma taxa de natalidade de 8,5 por mil habitantes e de mortalidade a fixar-se em 10,2 por mil habitantes, no ano de 2012, Portugal ficou com menos 55 mil pessoas, isto é baixou de 10,5 milhões de habitantes para 10,4 milhões, segundo dados do Eurostat divulgados hoje.
Portugal é, assim, o país da União Europeia (UE) com a segunda taxa de nascimentos mais baixa. Só na Alemanha nascem menos crianças, a taxa é de 8,4 nascimentos por cada mil habitantes.
Olhando para a Europa dos 28, os dados divulgados pelo Eurostat, o gabinete de estatísticas da UE, mostram que a população passou de um total de 504.6 mihões de habitantes, a 1 de janeiro de 2012, para 505,7 milhões em janeiro de 2013. Ou seja, registou-se um crescimento de 1,1 milhões em 2012, explicado pelo aumento natural de 200 mil pessoas e pela migração de cerca de 900 mil.
No ano passado registou-se um crescimento populacional em 17 Estados-membros e diminuição noutros 11, incluindo Portugal.
Nasceram 5,2 milhões de bebé. Irlanda (15,7 por mil), Reino Unido (12,8 por mil), França (12,6 por mil), Suécia (11,9 por mil) e Chipre (11,8 por mil) foram os países com as taxas de natalidade mais altas. Do outro lado da tabela estão Alemanha (8,4 por mil), Portugal (8,5 por mil), Itália e Grécia (9 por mil) e Hungria (9,1 por mil).


Sem comentários:

Enviar um comentário