CAMINHADA DO PAI NATAL!

quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

AS OBRAS JUNTO AO FORTE DE S.ta CATARINA...


Prazo para obra da regeneração fixado em MaioDestaque

Vote
(0 votes)

Prazo para obra da regeneração fixado em Maio
Atendendo à adaptação que teve que ser feita na zona do parque de estacionamento
Requalificar e trazer aquele espaço à fruição dos figueirenses é o objectivo final das obras de regeneração que decorrem na zona ribeirinha e envolvente do forte. O prazo de execução está fixado no mês de Maio, após a prorrogação de 72 dias devido à adaptação que teve que ser feita na zona do estacionamento subterrâneo. A Voz da Figueira visitou as obras e mostra-lhe o ponto da situação dos trabalhos.
Estão a bom ritmo os trabalhos de execução do projecto de Regeneração Urbana, atendendo aos condicionalismos climatéricos e circunstancialismos que surgem no decorrer de cada obra.

Isso mesmo foi transmitido à Voz da Figueira, que foi saber o andamento dos trabalhos que contemplam a requalificação da envolvente do Forte de Santa Catarina e da zona ribeirinha. Nos prazos, a excepção é no parque de estacionamento subterrâneo para o qual foi pedida uma prorrogação de 72 dias, devido à descoberta do antigo quebramar que implicou a adaptação do projecto, com a diminuição do parque de 175 para cerca de 130 lugares de estacionamento.
O que já foi feito
Até ao momento, foram executadas as demolições gerais, a super estrutura do parque de estacionamento,a base estrutural do lago, o muro dos ventos na praça central, os acessos a essa praça e o muro de suporte no Parque das Gaivotas.
Excerto da Notícia - Edição de 9 de Janeiro 2013

1 comentário:

  1. Tua Figueira tem farol
    E castelo também
    Tem praia e muito sol
    Figos ela agora não tem!

    De folhas está despida
    À beira desse rio
    Coitada da tua Figueira
    Sem folhas tem muito frio!

    Antes de chegar a primavera
    Muitas folhas ela vai ter
    Vais poder olhar para ela
    Folhas e figos nela vais ver!

    Boa quinta-feira para ti amigo António,
    um abraço
    Eduardo.

    ResponderEliminar