CAMINHADA DO PAI NATAL!

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

A LOIRA...


Loiras
A loira boazona estava para se suicidar, ia deitar-se ao rio Tejo, no cais do Ginjal, quando apareceu um marinheiro.
- Vou-me suicidar, a minha vida é uma treta...
- Não!!!! Olha... o meu navio está de partida para a América,porque é que tu não vens comigo, e depois pensas o que fazer. Se ao lá chegares ainda quiseres suicidar-te...pelo menos conheceste a América.
A loira achou a proposta razoável e seguiu com ele para um bote salva-vidas onde ela viajaria clandestina. O marinheiro ficou de trazer comida e água, todas as noites, para ela. E assim foi durante 2 semanas, ele trazia comida,
água e aproveitava dava uma queca nela. Comida, água e queca...
Até que um dia, um Capitão, junto com um grupo de inspectores foi fazer uma inspecção nos botes e descobriram a loira. Ela, sem outra saída, resolveu contar a verdade.
- Olha, eu estou aqui seguindo para a América, porque um marinheiro me trouxe. Todas as noites ele me traz comida, água e dá-me uma queca e vai ser assim ate chegar na América... Ainda falta muito???
- Minha senhora, este barco é um Cacilheiro que faz a travessia Cacilhas-Terreiro do Paço..

1 comentário:

  1. Aonde foste descobrir esta
    A loira no cacilheiro
    Tinha direito a uma queca
    Em troca de água e comida
    O habilidoso marinheiro!

    Boa noite para ti
    Vai com ela para a América
    A coisa da loira não vi
    Sai deste país de miséria!

    Um abraço
    Eduardo.

    ResponderEliminar