CAMINHADA DO PAI NATAL!

quinta-feira, 2 de agosto de 2012

JOGOS OLÍMPICOS!


DOUBLE SCULL LIGEIRO

Fraga e Mendes na final em remo e a pensar nas medalhas

Já é o melhor resultado da missão portuguesa em Londres e o melhor da história do remo em Jogos Olímpicos. Pedro Fraga e Nuno Mendes garantiram nesta quinta-feira a presença na final A do “double scull” peso ligeiro, garantindo no mínimo o sexto lugar.

A dupla portuguesa terminou a sua meia-final no terceiro lugar, com um tempo de 6m37,99s, atrás da Grã-Bretanha (6m36,62s) e da França (6m37,29s). Na primeira meia-final, tinham obtido a qualificação a Dinamarca (6m33,25s), a Nova Zelândia (6m36,71s) e a Alemanha (6m37,44s).

Os atletas recentemente contratados pelo Sporting iniciaram a prova tentando impor um ritmo forte (seguindo uma nova estratégia), mas nem assim conseguiram melhor do que a quinta posição na passagem aos 500 metros.

Aos 1500 metros, a dupla portuguesa tinha mesmo caído para o sexto e último lugar, mas uma excelente recta final permitiu a qualificação para a final, algo inédito na história do remo português.

“Não largámos tão bem, mesmo assim entrámos num ritmo forte, discutimos sempre a prova. Houve algumas equipas que nos fugiram um bocadinho, mas estávamos confiantes e nos últimos 300 metros conseguimos aplicar o trabalho que temos feito, ir ao limite e qualificarmo-nos para a final”, explicou Pedro Fraga, citado pela Lusa.

“Tudo é possível”

Com a qualificação para a final, Pedro Fraga e Nuno Mendes já têm a garantia de melhorar o oitavo lugar que tinham conseguido em Pequim e agora querem mais na final de sábado, apesar de terem registado nas meias-finais o pior tempo entre as seis tripulações apuradas.

“São seis equipas muito iguais. Será tudo decidido ao segundo e tudo é possível. Temos de nos concentrar e preparar a final e entrar para lutar”, referiu Nuno Mendes. O programa das finais de sábado inicia-se às 9h40, mas a final A realiza-se só a partir das 12h10.

Pedro Fraga, de 29 anos, e Nuno Mendes, de 28 anos, têm conseguido alguns resultados de relevo nos últimos anos, destacando-se a medalha de prata no Campeonato da Europa em 2010, a presença na final no Campeonato do Mundo em 2010 e a medalha de bronze no Campeonato da Europa em 2011.

Já antes, os dois remadores nortenhos tinham conseguido medalhas de prata nos Campeonatos do Mundo sub-23 em 2004 e 2005.

Nascidos no Porto, Pedro Fraga e Nuno Mendes iniciaram-se em clubes locais (o primeiro no Sport Clube do Porto e o segundo no Clube Fluvial Portuense) e protagonizaram recentemente uma polémica transferência para o Sporting, com o Sport Clube do Porto a contestar a actuação da Federação Portuguesa de Remo.

Notícia actualizada às 15h57

2 comentários:

  1. À conquista de medalhas
    Partiram os portugueses
    Carregando suas tralhas
    Como fazia nómada maltês!

    Com habilidade, sorte e saber
    Apoio financeiro e psicológico
    Por causa da crise não acontecer
    Sem ouro e sem prata, não sobem ao pódio!

    Marca as horas o relógio
    E o tempo a passar
    Na imagem trazem o relatório
    Nos Jogos Olímpicos participar!

    Não vale a pena chorar
    Há outras coisas mais importantes
    Não desistir, mas continuar
    Porque somos bons figurantes!

    Bom fim semana para ti, amigo António
    Rega bem a tua figueira
    É o que ainda resto deste nosso património!
    Eduardo.

    ResponderEliminar
  2. A final realizou-se á pouco, e terminaram em 5º lugar, este ano parece-me que pelo andar da carruagem não vem nenhuma medalha cá para o retângulo.
    Deixastes um comentário no meu "Morto Vivo" fazendo referência a um Ernesto Cardoso Figueiredo, julgo que será o Homem da Estátua a que te estás a referir, o nome é: Fausto Cardoso Figueiredo, que foi a figura de maior relevo no Estoril no século passado, dono da Linha do caminho de ferro de Cascais ao Cais do Sodré, e do Casino Estoril, entre outras coisas, por isso a sua estátua está frente ao Casino e Estação de comboios no Estoril.
    Um abraço
    Virgilio

    ResponderEliminar