domingo, 27 de maio de 2012

MENU DE LUXO NA ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA!


Menu de luxo na Assembleia da República
Perdiz, porco preto alimentado a bolota e lebre são alguns dos produtos exigidos pelo Caderno de Encargos do concurso público para fornecer refeições e explorar as cafetarias do Parlamento.
·          Das exigências para a confecção das ementas de deputados e funcionários constam ainda pratos com bacalhau do Atlântico, pombo torcaz e rola, de acordo com o documento a que o CM teve ontem acesso. O café a fornecer deverá ser de "1ª qualidade" e os candidatos ao concurso têm ainda de oferecer quatro opções de whisky de 20 anos e oito de licores. No vinho, são exigidas 12 variedades de Verde e 15 de tintos alentejanos e do Douro.
É também especificado que o mesmo prato não deve ser repetido num prazo de duas semanas. O Caderno de Encargos do concurso, que termina em Junho, estabelece que a qualidade dos produtos vale 50%, o preço 30% e a manutenção 20%.
Num BLOG de um amigo, ao fazer a minha caminhada matinal, eu vi, li e achei que o máximo de portugueses devia ter conhecimento desta aberração política, num país em que se pede austeridade, contenção nas despesas aos portugueses, num país que faz sacrifícios, como deixarem de estudar por não terem dinheiro para pagar propinas, idosos morrerem por não terem dinheiro para medicamentos, perante uma estupidez deste tamanho, só posso dizer: Portugueses e Portuguesas, ACORDEM!...

2 comentários:

  1. Pastagem de qualidade
    Do prado de São Bento
    Feita à sua vontade
    Com o melhor condimento!

    Se a bomba rebentar
    E o povo não sereno
    E se a boca não calar
    E assaltar o parlamento!

    Acabar com este tormento
    Que veio para ficar
    Deputado tem aumento
    E o povo mais pobre continuar!

    Peixe pobre para quem trabalha
    Carne da melhor para quem nada faz
    Teremos que combater toda a canalha
    Que não nos deixa viver em paz!

    Bom domingo para ti, amigo António, e para tua família.
    Um abraço
    Eduardo.

    ResponderEliminar
  2. Como ontem escrevi, fiquei indignado, melhor continuo indignado, estes cavalheiros para não lhe dar um nome mais pomposo, não têm vergonha na cara, não está em causa as iguarias que metem pela goela abaixo, desde que sejam eles a pagar, ganham bem para todas essas extravagâncias, agora andarem a roubar aos pobres, porque é de roubo que se trata quando nos retiram subsídios que tínhamos acordado com o Estado, para se empanturrarem, de guloseimas aí já não se aceita, estes pançudos têm de ser severamente punidos, se não for de outra maneira que o seja pelo voto, o meu não vêm eles nem que a vaca tussa.
    Um abraço
    Virgilio

    ResponderEliminar