terça-feira, 8 de maio de 2012

DESPACHO FRESQUINHO!


A FALTA DE PUDOR É GENERALIZADA. TUDO ISTO, NOS DIAS QUE CORREM,  REPUGNA, METE NÔJO... OS MEMBROS DA CORJA SÃO AGORA MAIS DESCARADOS NAS TRAFULHICES DO QUE OS SEUS ANTECESSORES DO TEMPO DA OUTRA SENHORA !!! ...
+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++
Para alguma coisa hão-de servir os cortes da Função Pública e dos Militares, não acham?
.......... e a  Pouca vergonha continua !!!...
Ora aqui está a lei da mobilidade da função pública, aplicada aos amigos
Despacho do SEAF, Pág 4485 do despacho, fresquinho!
Ocultar é pactuar. Enviem pf !!!...

 
Diário da República, 2.ª série -- N.º 217 -- 11 de Novembro de 2011

Gabinete do Secretário de Estado dos Assuntos Fiscais

Despacho n.º 15296/2011

Nos termos e ao abrigo do artigo 11.º do Decreto -Lei n.º 262/88, de 23 de Julho, nomeio o mestre João Pedro Martins Santos, do Centro de Estudos Fiscais, para exercer funções de assessoria no meu Gabinete, em regime de comissão de serviço, através do acordo de cedência de interesse público, auferindo como remuneração mensal, pelo serviço de origem, a que lhe é devida em razão da categoria que detém, acrescida de dois mil euros por mês, diferença essa a suportar pelo orçamento do meu Gabinete, com direito à percepção dos subsídios de férias e de Natal.

O presente despacho produz efeitos a partir de 1 de Setembro de 2011.

9 de Setembro de 2011. -- O Secretário de Estado dos Assuntos Fiscais,

Paulo de Faria Lince Núncio.

205324505
Expliquem-me como se eu fosse muito burro... .
SALÁRIO + 2.000,00 EUR + SUBSIDIO DE FÉRIAS + SUBSIDIO DE NATAL (em regime de comissão de serviço).
Se o Sr. foi emprestado por um organismo do Estado a outro organismo de Estado, porquê o acréscimo dos 2.000,00 eur ao salário ???

O despacho é de 11 de Novembro de 2011
(Os tachos continuam)

 Só com a nossa determinação conseguiremos acabar com estas canalhices. Temos de fazer frente. Não é hora para ficar de pantufas em casa. Sim, se o não fizermos são eles que acabam connosco.

1 comentário:

  1. De tanta trafulhice
    Anda tudo embaralhado
    Deste vigário que disse
    Vou alterar a lei do trabalho!

    Ser tanta a confusão
    E muito a mais roubalheira
    Temos que meter na toca o coelhão
    Ponto fim a uma triste brincadeira!

    Um abraço
    Eduardo.

    ResponderEliminar